AMADORES SÃO SÓ AMADORES Como é o tratamento dado ao material do colaborador, quando a reportagem migra do JN para o G1

Fernanda Vasques Ferreira, Marcelli Alves, Thaisa Bueno

Resumen


Este artigo busca entender as características que impulsionam uma matéria exibida no Jornal Nacional, com uso de vídeo amador, ser veiculada também na página de notícias do site da Globo na Internet, o portal G1, bem como o tratamento que esse material recebe a partir do momento em que o conteúdo migra da plataforma tradicional para o ciberespaço. Embora o Jornal Nacional tenha uma página exclusiva na internet, dentro do Portal G1 inclusive (www.g1.com.br/jornalnacional), nesse espaço há apenas reposição do vídeo já exibido na televisão. No entanto, algumas matérias recebem um destaque maior, ocupando, com algum tratamento diferenciado, o espaço mais amplo de notícias do G1. A ideia do estudo é entender porque alguns materiais recebem este destaque em detrimento de outros e como isso acontece. O estudo analisou 96 matérias com vídeo amador veiculadas no telejornal durante o ano de 2014. O resultado aponta o pouco entusiasmo da emissora em pensar um conteúdo complementar, padronizado e, quem sabe, até transmidiático, na página da internet. 


Texto completo: PDF HTML

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.



latindex dialnet ebsco host

Licencia Creative Commons
Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial-SinDerivar 4.0 Internacional.